O mau hálito é um problema importante, pois:

  1. sinaliza desequilíbrio na saúde;
  2. prejudica relacionamentos (afetivos, profissionais, sociais etc.);
  3. interfere na autoestima e causa prejuízos na qualidade de vida.

Você sabia?

Cerca de 30% da população brasileira sofre de mau hálito crônico.
A má higiene bucal e a saburra (camada esbranquiçada sobre a língua), por exemplo, podem causar halitose.
Estão ainda na lista: as estomatites, as feridas cirúrgicas, as próteses odontológicas inadequadas, a falta de saliva, o uso de algumas medicações, as lesões inflamatórias e as lesões benignas e malignas de toda a região da cavidade bucal juntamente com a faringe.
No dorso da língua, acumulam-se bactérias da flora bucal, que digerem as proteínas dos restos alimentares e liberam substâncias com mau cheiro.
Alguns micro-organismos presentes na cárie e em infecções das estruturas de sustentação dos dentes (osso e gengiva) também produzem compostos mau cheirosos.