PROCEDIMENTOS ESTÉTICOST

Toxina Botulínica

A aplicação da toxina botulínica é uma das formas mais rápidas e seguras para a remoção de rugas no rosto, derivadas de sinais comuns do envelhecimento.

Toxina Botulínica na Odontologia

A toxina botulínica possui vários nomes comerciais os mais conhecidos são: Dysport®, Botulift® e Botox®, o mais famoso deles; e são indicados rotineiramente para atenuação de flacidez e rugas cutâneas, que são sinais da idade. Contudo, o seu uso não se limita somente ao uso estético, essas substâncias dentre inúmeros outros usos pode ser usada para resolver ou atenuar problemas bucais e/ou mastigatórios. Cada vez mais os dentistas estão buscando na toxina botulínica a solução para os problemas do seu pacientes.

Indicações

Botox para Estética Facial

Franzir a testa, sorrir, apertar os olhos e até mesmo mastigar. Inevitavelmente, todos os movimentos que fazemos com o rosto aumentam um dos mais comuns e indesejados sinais do envelhecimento: as rugas! Para alivio de todos, a boa noticia é que existe uma forma de atenuar bastante esses sinais e de forma bem rápida. A seguir, saiba tudo sobre a aplicação de botox no rosto.

Botox para Estética Facial

Para o bruxismo, a toxina vem ajudando os pacientes que sofrem por apertar ou ranger os dentes durante o dia ou a noite. A toxina é injetada nos dois lados no músculo masséter, principal músculo da mastigação, diminuindo a sua potência e o estímulo para o bruxismo. Vem apresentando resultados surpreendentes mesmo porque é um tratamento bastante novo. Outro uso da toxina é no tratamento das dores orofaciais e problemas e disfunções da articulação têmporo mandibular – ATM.

Botox para Bruxismo

Para os pacientes que sempre buscam melhorar o sorriso, a toxina pode ajudar ainda mais. Pessoas que mostram demasiadamente a gengiva – sorriso gengival – têm outra opção hoje ao invés da cirurgia. Paralisando o músculo responsável pelo levantamento do lábio superior de ambos os lados, obtém-se menor exposição da gengiva. O bloqueio químico não deixa sensação de anestesia ou face paralisada. A toxina botulínica na odontologia estética.

A toxina botulínica também pode ser utilizada nos seguintes casos:

1) Diminuir a potência mastigatória em casos de implantes, enquanto se está esperando o tempo de osteointegração;

 2) Corrigir sorrisos assimétricos ou tortos; 

 3) Dores orofaciais e cefaléias (dor de cabeça) de origem muscular; 

 4) Problemas com bruxismo e ATM;

 5) Assimetria de face.

DÚVIDAS FREQUENTES:

A toxina botulínica é usada para fins terapêuticos e estéticos há vários anos. Muito usado pela dermatologia na correção de rugas de expressão, flacidez, assimetrias faciais e em casos de sudorese excessiva. Botox, utilizado para fins médicos, é o nome comercial dado à toxina botulínica que é um complexo proteico purificado, de origem biológica, obtido a partir da bactéria Clostridium botulinum que possui um sorotipo reconhecido cientificamente por proporcionar maior duração de efeito terapêutico. A toxina botulínica é uma substância capaz de interferir na contração da musculatura, relaxando os músculos suavizando as linhas de expressão. Por esse motivo também é utilizado na odontologia pra amenizar a dor. Atualmente esta toxina é uma grande aliada dos cirurgiões dentistas em variados tratamentos odontológicos especialmente contra dores crônicas e como solução para tratamentos e cirurgias de correção de sorriso gengival.

Qual a eficácia do tratamento? 

O produto é responsável por recuperar marcas do envelhecimento. Ele atua principalmente nas rugas dinâmicas, ou seja, aquelas que se formam com a ação dos músculos faciais. É aplicado com finas agulhas e está se tornando cada vez mais comum na medicina estética. A ciência também vêm avançando e tornando esta substância cada vez melhor e mais confiável. A aplicação de toxina botulínica é um tratamento estético minimamente invasivo indicado para o rejuvenescimento facial através do bloqueio da contração dos músculos da face que formam as rugas. A toxina botulínica previne que as rugas de expressão, que se formam durante o movimento do rosto, se tornem marcas profundas. Ele suaviza as rugas dando uma aparência jovial e “descansada”. 

Em quais regiões pode ser aplicado?

A toxina botulínica é comunmente aplicado no rosto, os locais com os melhores resultados são a região dos olhos nos “pés de galinha” e na fronte (testa e entre as sobrancelhas). Rugas e marcas excessivas entre as sobrancelhas, àquelas que conferem um aspecto de zangado. Outros locais são o pescoço e próximo à boca.

Botox e preenchimento são a mesma coisa? 

Não, são procedimentos totalmente diferentes com indicações também diferentes. A toxina botulínica atua no relaxamento dos músculos onde é injetado, o preenchimento é responsável por conferir volume, indicado para o tratamento de rugas mais profundas e cicatrizes. Os dois tratamentos podem ser complementares, isso é uma tendência na estética, o uso de técnicas complementares. Não há nenhum tratamento que se compare ao efeito da toxina botulínica, no que diz respeito à disfarçar rugas. Os outros métodos são importantes, estimulam colágeno e a renovação celular, mas eles complementam a ação da toxina e vice-versa. Porém nenhum outro atua no músculo. 

Existem tipos diferentes de rugas? 

Sim, são as dinâmicas e as estáticas. Cada tipo têm um tratamento diferente. As rugas dinâmicas são causadas pela ação dos músculos faciais, visíveis somente com o rosto em movimento (quando rimos, choramos ou fazemos alguma expressão), também conhecidas como rugas de expressão. As estáticas são aquelas rugas geralmente mais profundas e permanentes, pois são visíveis com o rosto mesmo em repouso. São decorrentes do envelhecimento intrínseco (previsível e progressivo) em combinação com a ação de agentes externos (exposição ao sol, vento, fumo, poluição), mas também podem ser uma evolução das rugas dinâmicas não tratadas, que pioram e se acentuam com o passar do tempo.

O efeito da aplicação é imediato? 

O efeito não acontece na hora, ele começa a partir de 48hrs, na maioria das pessoas. Com 7 dias já se tem quase todo o resultado. O efeito pleno acontece por volta do 15º dia, quando o dermatologista normalmente pede para reavaliar. 

O efeito é permanente? 

Não, o efeito começa a diminuir com, em média, 3 a 4 meses após a aplicação. Após aproximadamente 6 meses a aplicação deve ser repetida. 

O efeito fica artificial? 

Se aplicado corretamente, por um profissional qualificado que sabe a medida correta, não fica artificial, pelo contrário, o resultado é rejuvenescedor, mantêm a expressão espontânea e bem natural. O mito de que a toxina botulínica deixa o rosto “esticado” surgiu quando muitas pessoas fizeram aplicações mal feitas e obtiveram este tipo de resultado, quando mal aplicado, o produto pode deixar algumas áreas do rosto assimétricas, mas as técnicas utilizadas hoje deixam um excelente resultado. 

Deixa a pele flácida?

Se parar de aplicar, a pele pode piorar? Após passar o efeito, a ruga fica mais evidente? A resposta é não para todas as perguntas. A aplicação de toxina botulínica não aumenta flacidez. Se o tratamento for interrompido a pele volta ao que era antes de começar as aplicações, na verdade a tendência é ficar melhor do que era antes, nunca pior. Na verdade, a toxina paralisa as rugas dinâmicas, isto significa que previne o aparecimento de novas marcas da idade e àquelas que já existem “estacionam” em seu crescimento, isso por que a toxina botulínica retarda o tempo que esses sinais de expressão levariam para se tornar uma ruga estática, que é bem mais difícil de tratar. 

Quais as contra-indicações? 

As aplicações de Botox são contra-indicadas durante a gravidez, amamentação ou em pessoas com doenças autoimunes (em que anticorpos atacam células sadias do corpo), doenças neurológicas e que afetam os músculos; alérgicos à proteína do ovo e que estejam fazendo uso de medicamentos com aminoglicosídeo. 

Quais são os riscos e desvantagens?

Sem dúvida o exagero na dosagem é o maior risco eminente, aplicação em regiões erradas também podem trazer resultados desastrosos como assimetria, isto é, um lado ficar diferente do outro, pálpebra caída e em casos mais extremos, pode provocar botulismo, uma doença grave que paralisa os músculos. A toxina botulínica mal aplicada também pode provocar o chamado “efeito máscara” que não é nada natural. Do ponto de vista da saúde também pode prejudicar movimentos necessários como piscar, mastigar, deglutir e até respirar. 

Quando o envelhecimento estiver muito avançado, continua sendo eficaz? 

Nos casos mais suaves e intermediários, atua de maneira preventiva; nos mais avançados atenua as rugas estáticas já instaladas e previne a formação de novas, assim como a melhora do aspecto geral da pele e do semblante como um todo. Porém, as peles muito envelhecidas geralmente apresentam um grau de flacidez alto, sendo assim a ação da toxina pode trazer um relaxamento dos músculos de sustentação da pele que pode ser prejudicial. 

A pele cria resistência ao efeito? 

Como a toxina botulínica tem efeito temporário é comum as pessoas que se sentem satisfeitas com o resultado repetirem a dose. Não tem regra, cada organismo reage de um jeito, mas pode-se dizer que as aplicações geralmente são feitas de quatro e seis meses depois da última sessão. E sempre com indicação médica. A questão sobre criar ou não resistência e a partir daí ter a necessidade de doses maiores e intervalos mais curtos é outro mito. Em alguns raros casos o tempo de uso do produto pode gerar resistência da pele do paciente, mas isso quando o paciente fez uso inadequado da substância, neste caso poderá ser necessário o uso de doses maiores em aplicações futuras. Por outro lado, estudos mostram que com o tempo e uso adequado, a necessidade da toxina é reduzida, o que implica em doses menores. Por ficar paralisado o músculo se acostuma a pouca atividade e se condiciona a não mais contrair.

Como corrigir exageros e aplicações incorretas? 

Pode acontecer de a paciente sentir que a dose aplicada foi um pouco além do suficiente ou que a região tratada não ficou exatamente como queria. Resultado: uma sobrancelha mais arqueada que a outra, algum ponto muito paralisado ou com uma expressão exagerada. Para corrigir essas falhas só tem duas maneiras: esperar o efeito passar, já que é temporário, ou lançar mão de outro procedimento para descontrair o músculo. Neste caso, utiliza-se o método de eletro estimulação com micro choques que fazem o músculo voltar a funcionar. Mas mesmo nesses casos é preciso esperar em média 30 dias para relaxar a musculatura de novo. 

Existe algum tratamento caseiro com efeito similar? 

Não, pois os cremes só agem na superfície da pele e os músculos são mais profundos. Além disso, nenhum desses cremes possui a toxina botulínica do tipo A em sua formulação. 

Existe idade para fazer as aplicações? 

Não existe limitação de idade para receber a aplicação de toxina, o bom senso é que determinará a conduta. O ideal é que iniciem após o aparecimento de rugas. 

Depois da aplicação, é possível realizar outros procedimentos no mesmo local? 

Normalmente, outros procedimentos não são realizados no mesmo dia. Entretanto depois de poucos dias já poderá realizar normalmente desde que haja acompanhamento profissional. 

Causa algum efeito sistêmico? 

Não, a quantidade de produto utilizada atualmente para fins estéticos é mínima e não causa paralisia exagerada. 

Dores, inchaços, hematomas, algum destes sintomas é recorrente? 

A toxina é injetada por agulha hipodérmica, bem fina, portanto, é muito provável que cause efeitos secundários muito suaves na área tratada. Hematomas são efeitos colaterais comumente relatados, vermelhidão e leve inchaço também, mas em ambos os casos, essas reações desaparecem já nas primeiras horas. O surgimento de hematomas é muito recorrente em pacientes que fazem uso de aspirina ou medicamento similar. Neste caso, é importante e recomendável notificar o médico sobre o uso destas medicações antes da realização do procedimento. Aplicações de gelo, antes e após a injeção, pode ajudar a aliviar estes efeitos. 

Tomar sol após a aplicação mancha a pele?

É aconselhável evitar o banho de sol por pelo menos 10 dias, se a exposição ao sol for inevitável, o paciente deve consultar o dermatologista e utilizar um bom protetor solar. Manchar a pele é uma reação muito rara, caso aconteça, existem cremes que fazem as manchas desaparecer sem perder o resultado esperado pela aplicação do botox. 

Quais cuidados que devem ser tomados após a aplicação? 

Após aplicar a toxina, o paciente deve evite deitar por 4 horas, para permitir a adequada distribuição do produto na pele; evitar massagens e limpezas de pele por 24 horas; evitar o uso de cosméticos e produtos para a pele por 24 horas e maquiagem leve é permitida após 6 horas; exercícios físicos no dia da aplicação de botox não devem ser realizados, aliás, é aconselhável esperar, pelo menos, dois dias para voltar as atividades físicas normalmente, os movimentos bruscos podem provocar a migração da toxina para músculos onde o relaxamento não é desejado, podendo desencadear uma reação adversa, como por exemplo, ptose palpebral (queda de sobrancelha). Viagens aéreas imediatamente após a aplicação também pode provocar a migração da toxina para áreas não desejadas, por que nos voos há alteração de pressão-ambiente. Sensações como dores de cabeça ou dores locais também podem ocorrer após a aplicação. Isto é comum, é resultado da tensão ocorrida durante a realização do procedimento. Estes sintomas devem desaparecer em no máximo 24 horas.

Quanto mais cedo melhor!

Preenchimento Facial

O Preenchimento é uma técnica bastante utilizada para o rejuvenescimento facial. De forma muito rápida, um sulco, uma depressão no rosto ou um lábio pode ser melhorado através desta técnica, com o objetivo de restaurar o contorno e volume da face, melhorando do aspecto da região tratada.

Uma das melhores e mais seguras substâncias para o preenchimento facial é, sem dúvida, o ácido hialurônico, que é uma substância produzida naturalmente pelo nosso organismo e está presente principalmente em nossa pele, que quando jovem, é lisa e elástica, contendo grande quantidade de ácido hialurônico, preenchendo os espaços entre as células, e tem como função reter água, conferindo hidratação e volume.

Gradualmente, com o passar do tempo e o processo natural de envelhecimento, o ácido hialurônico se degrada e o organismo diminui sua capacidade de produção, junto com as fibras de colágeno, e a pele torna-se menos hidratada, o que contribui sobremaneira para a perda de volume, contorno, aparecimento de rugas, sulcos e depressão da pele.

O preenchedor utiliza um ácido hialurônico sintetizado em laboratório, mas semelhante ao componente natural da pele, atua melhorando a hidratação da pele e preenchendo espaços entre as células, diminuindo a formação de rugas. A reposição é feita de forma gradual e injetável do ácido hialurônico sintético, nos locais onde ocorrem a desarmonizarão estética. Ele se integra aos tecidos e permite a passagem de oxigênio e hormônios para as células, mantendo-as com aspecto saudável sem apresentar reações alérgicas ou rejeições. Também é comum utilizarmos a aplicação do ácido hialurônico para a correção de deformações de desenvolvimento ou causadas por doenças ou acidentes.

Como agem os preenchedores?

Como o próprio nome indica, preenche os espaços, distendendo as rugas, tornando-as mais superficiais ou até invisíveis. Também hidrata e melhora a passagem de nutrientes para a pele. Em outras palavras, as rugas e vincos são disfarçadas. Na prática é um tipo de “escultura facial” onde exaltamos o que é harmônico e belo e camuflamos o que está em desarmonia.

Quais os tipos de preenchedores?

Existem preenchedores definitivos (polimetilmetacrilato ou PMMA) e preenchedores temporários (ácido hialurônico e outros). É de preferência do autor o uso apenas de preenchedores temporários. E dentre eles o Ácido Hialurônico, por não causar reações alérgicas e de rejeição. Apesar de ser liberado para este uso, o autor não utiliza o PMMA para fins de preenchimento facial. A principal desvantagem do ácido hialurônico é o seu custo. Principal queixa tanto de profissionais e pacientes. Se o seu tratamento está muito mais barato que a média, possivelmente seu tratamento não é com ácido hialurônico.

Preenchimento ou Botox?

São procedimentos e substâncias diferentes, que agem em locais e formas diferentes. O botox® é utilizado para rugas e linhas de expressão, enquanto o preenchimento é utilizado para o aumento de volume ou correção de contornos. No entanto, os tratamentos podem ser associados e são realizados com frequência e dando ótimos resultados. A toxina botulinica (Botox) pode prolongar a duração do ácido hialurônico. Sem contar que a melhora das rugas e sulcos é mais expressiva quando o tratamento é associado.

Quais as indicações para a realização de preenchimento facial?

  • Rugas finas no rosto
  • Sulcos faciais: sulco nasogeniano (“bigode chinês“)
  • Reposição e aumento de volume do rosto: causadas pelo envelhecimento
  • Rugas periorais: são as “rugas em código de barras”, rugas na boca, rugas nos lábios.
  • Sulcos do canto da boca e infralabiais.
  • Correção de cicatrizes
  • Preenchimento labial: usado para aumento do volume dos lábios.
  • Preenchimento malar: é a correção e remodelação da maça do rosto
  • Preenchimento para olheiras e “olhos fundos”
  • Bioplastia de nariz

Como é realizado o preenchimento?

Antes do procedimento o paciente deve ser orientado sobre a técnica utilizada, sobre as queixas que possui e suas expectativas. Receberá orientação sobre o material utilizado.

Para iniciar, aplicamos primeiramente um anestésico tópico, para diminuir a sensibilidade à penetração da agulha que, dessa forma costuma ser um processo rápido e indolor. O o ácido hialurônico é injetado na derme superficial utilizando-se microcrânulas.

Quanto tempo dura a sessão de preenchimento?

O tempo de duração do procedimento é de 20 a 40 minutos, dependendo do caso.

Quanto tempo dura o efeito?

A durabilidade do preenchimento dependerá do local preenchido e do material utilizado, o ácido hialurônico pode durar de 09 a18 meses, de acordo com alguns fatores que o profissional poderá orientar.

Como a pele fica após o preenchimento?

No local tratado a pele poderá ficar um pouco avermelhada. Ocasionalmente, caso se atinja algum vaso podem ocorrer pequenos hematomas que regridem em pouco tempo.

O procedimento é doloroso?

A sensibilidade varia de acordo com cada pessoa, mas normalmente não é doloroso. Anestésico tópico é utilizado para diminuir a sensibilidade à puntura da agulha. Para algumas técnicas é necessário um bloqueio anestésico local

Quais os cuidados devo tomar após realizar o preenchimento?

São poucos e a maioria das pessoas podem retornar às suas atividades normais, logo após o procedimento.

  • Evitar exercícios e atividades vigorosas no dia da aplicação.
  • Caso haja hematoma deve-se evitar o sol.
  • Usar filtro solar regularmente, após no mínimo 24 horas

O profissional, poderá te dar também outras recomendações específicas ao procedimento realizado.

Quem pode realizar o procedimento? Existe alguma restrição de idade?

Qualquer pessoa, a princípio pode fazer o preenchimento, desde que esse procedimento seja indicado para a queixa do paciente e realizado por um profissional especializado. Não há restrição de idade, sendo utilizado tanto para correção de alterações congênitas quanto para tratamentos estéticos.

Quais são as contra-indicações?

A maioria dos casos não possui contraindicações. O melhor é consultar o profissional para saber mais sobre a sua queixa e resultado que espera alcançar.

Quando verei os resultados?

No caso do ácido hialurônico, os resultados do preenchimento são imediatos.

A partir de quantos anos é indicado o preenchimento com ácido hialurônico? 

O preenchimento facial não tem uma idade certa para ser iniciado. Pode ser usado em cicatrizez deprimidas, marcas na pele resultantes de outros traumas. É mais usado para camuflar as marcas do tempo. Nestes casos, em geral após os 30 anos.

Quais os locais comuns em que se aplicam os preenchedores??

Praticamente todas as rugas e vincos da face podem ser preenchidos(as) com ácido hialurônico. Os locais mais comuns, com melhores resultados são as rugas entre as sobrancelhas, ao redor dos olhos e “bigode chinês”. É muito usado também para rugas ao redor dos lábios e para aumentar o volume dos lábios e no nariz para um remodelamento nasal estético.

No caso de preenchedores definitivos, existem riscos de o organismo não aceitar o produto (rejeição)?

Este risco é praticamente nulo com o ácido hialurônico. Com ácido hialurônico pode ocorrer vermelhidão no local da aplicação (resolve-se em até 48h), áreas endurecidas (regride em 2 semanas) e hematomas no local da punção. Podemos ainda citar o risco do paciente não gostar do resultado, o que é raro quando feito com parcimônia e boa técnica. É comum aplicarmos gradualmente. A técnica permite pequenos retoques após algum tempo. Assim minimizamos o risco de arrependimento

Qual a vantagem de usar preenchedores temporários?

Caso o resultado não seja o esperado, basta ter um pouco de paciência que retornará exatamente ao que era.

Caso o resultado agrade, pode ser repetido quantas vezes for necessário e não impede o uso de outras técnicas (toxina botulínica, cirurgias e etc).

Praticamente inexiste o risco de rejeição.

Vale a pena fazer preenchimento?

Sim. Desde que você entenda a limitação do procedimento e os cuidados. A grande vantagem do preenchimento com ácido hialuronico é não alterar a imagem facial. Apenas camufla o que está em excesso. Não há mudanças drásticas na fisionomia. Não desfigura e não tira a identidade da pessoa. Apenas atenua as marcas do tempo.

Produtos de boa qualidade e boa técnica permitem resultados muito naturais.

LIFTING FACIAL ATRAVÉS DE FIOS DE SUSTENTAÇÃO


No rosto jovem a camada de gordura e músculos faciais são firmemente ancorados à estrutura óssea, tracionam a pele para cima, garantido volume, contorno, e formato suave da face, além de uma pele lisa, sem rugas ou pregas profundas. No rosto envelhecido a camada de gordura é reduzida, há perda do tônus muscular, perda da elasticidade da pele, e perda de sustentação dos tecidos para dentro e para baixo da face. A pele se torna áspera,e as rugas e sulcos profundos podem causar desarmonização do contorno facial, como a presença do sulco nasogeniano (bigode – chinês), dando um aspecto de “face cansada”.

Uma vontade que a maioria de nós temos é de ficar com um rosto mais jovem, muitas pessoas tem o desejo de ver novamente a face livre do peso do tempo, com traços e contornos suavizados. Com a Técnica de Lifting Facial através de Fios de Sustentação, o paciente pode “voltar no tempo” redefinindo sua face, reduzindo aparência de rugas, e recuperando o volume através de uma técnica minimamente invasiva que dura pouco mais de 30 minutos, a técnica revoluciona o rejuvenescimento facial pois não necessita de anestesia geral, o procedimento é feito sob anestesia local. Não necessita de cortes, não há sangramento, cicatrizes e o resultado é praticamente imediato, ao terminar o procedimento, o paciente já pode ver os resultados. O incômodo cirúrgico é mínimo e os tecidos faciais erguidos pelos fios de sustentação voltam a ganhar o contorno e o volume desaparecidos. Quanto mais o tempo passa, mais o resultado positivo se acentua.

Como opção para tratar flacidez facial e cervical com reposicionamento de tecidos e estimulação de novo colágeno, o grande aliado é o fio de sustentação desenvolvido à base de ácido polilático e poliglicólico. Quando bem indicado, seus resultados são bastante interessantes e trazem rejuvenescimento à face do paciente.

DÚVIDAS FREQUENTES

Do que é composto o Fio de Sustentação e como funciona?

O Fio de Sustentação é composto de ácido polilático, um polímero completamente reabsorvível, biocompatível aos tecidos humanos, biodegradável, e resistente. Ou seja, ele é absorvido, não provoca reação alérgica, não é rejeitado pelo organismo e é resistente a grandes tensões. O fio de ácido polilático permanece intacto por até dois anos e depois é absorvido pelo organismo. A aplicação de “fios” de ácido polilático na face propõe efeito lifting natural imediato e restauração progressiva do colágeno perdido. O profissional deve avaliar o grau de flacidez dos tecidos do paciente para indicar o melhor procedimento permitindo que esta alternativa seja mais um aliado ao leque de opções de tratamento rejuvenescedor facial.

Estruturas da face são tracionadas e os fios estimulam a formação de novas fibras de colágeno:

Os tecidos faciais – musculatura, pele, e subcutâneo ao longo do tempo perdem elasticidade, volume, e sustentação pela ação da gravidade, formando sulcos, bolsas, pregas, e rugas. O que o lifting facial faz através de fios de sustentação é reposicionar essas estruturas elevando e tracionando-as através de “pequenas garras” existentes no fio, sustentando e mantendo os tecidos erguidos no lugar. O fio é implantado na camada de gordura profunda, os cones se prendem firmemente ao tecido adiposo, a trajetória e a tração exercida correm no sentido póstero – superior da face (para alto e para os lados), os tecidos faciais são tensionados na mesma direção. Por isso, a face volta a se erguer e a desafiar a gravidade. Além disso, o àcido polilático, faz a estimulação da produção de colágeno. Desta forma o lifting acontece pela tração, melhora do volume e estímulo a produção de colágeno da face e rejuvenescendo – a.

O procedimento é realizado no próprio consultório, e não provoca sintomatologia dolorosa, e o fio é reabsorvido pelo organismo.

O fio é absorvível em até 2 anos, mas com o tempo são encapsulados por novas fibras de colágeno que se formam estimuladas pela colocação do próprio fio, melhorando ainda mais a sustentação do tecido e o volume da face. A colocação dos fios, por sua vez, é minimamente invasiva. Ele é inserido através de mínimos orifícios puntiformes de entrada e saída das agulhas sob anestesia local. Os orifícios na pele se fecham imediatamente, sem deixar vestígios. O sangramento é inexpressivo, reduzindo o risco de hematoma (manchas roxas) e de edema (inchaço). Em pacientes com fragilidade capilar poderão ocorrer discretos edemas ou hematomas que desaparecem na primeira semana pós-implantação. Alojados na camada de gordura, os fios são imperceptíveis ao toque e ao olho nu, não causam elevações ou depressões na superfície da face, não se pode identificar quem fez o procedimento.Não há necessidade de interrupção das atividades após o procedimento

Quais os cuidados pós-aplicação?

O pós – operatório é tranquilo e o paciente pode retomar suas atividades normais logo após o procedimento, que dura em torno de 30 minutos. No entanto, é recomendável que durante o período inicial a atividade muscular facial seja reduzida, e massagem facial e esportes sejam evitados por 30 dias.

O resultado é rápido e natural?

O resultado é rápido e pode ser percebido logo após o procedimento, mas ele ficará totalmente visível entre duas e três semanas após a realização do lifting facial através de fios de sustentação, porém, os melhores resultados surgem entre 60 a 90 dias, devido ao estímulo à produção de colágeno na região. A quantidade de fios necessários depende de cada caso e a indicação deve ser feita pelo profissional, e pode ser recomendada para todos os tons de pele. Geralmente é contraindicado em pacientes com flacidez excessiva, tecido muito fino ou muito espesso.

Os fios de sustentação podem deixar os lados da face assimétricos?

O procedimento de implantação dos fios de sustentação é realizado segundo os vetores anatômicos de sustentação dos tecidos da face, através da marcação dos trajetos dos fios espelhada em cada lado. Assim, evita-se o risco de assimetria. Assimetrias podem ocorrer caso o paciente não siga as orientações sobre cuidados com a face. Com auxílio de recursos fotográficos efetuados na consulta inicial são identificadas e avaliadas todas as alterações que serão necessárias, os registros são importantes para análise do antes de depois do procedimento e é acompanhado pelo paciente.

Importante:  Há casos em que as bolsas de gordura erguidas pelos Fios de Sustentação ficam um pouco proeminentes nos primeiros 30 dias. Isso é normal, pois os tecidos precisam deste período para se distribuírem uniforme e harmonicamente pela região tratada.

Como o lifting facial com fios de sustentação atuam na estética facial?

Devolvendo o volume às bochechas e às maças do rosto, erguendo a sobrancelha; restaurando da aparência mais jovem com um lifting facial instantâneo, suavizando marcas como o sulco nasogeniano (bigode chinês), e do sulco nasolabial (marionete), e consequentemente arrebitando o nariz.

Quem pode submeter-se a técnica do lifting facial através de fios de sustentação?

Embora não haja idade mínima, o procedimento de correção da flacidez facial com através de fios de sustentação é indicado para:

  • Pessoas a partir dos 30 anos de idade (início da flacidez).
  • Quem não pode se submeter a lifting tradicional.
  • Idosos (até 80 anos), diabéticos e cardiopatas.
  • Todos os tons de pele, pois o procedimento não provoca cicatriz.

A Técnica do lifting facial através de Fios de Sustentação é dolorosa?

Não. Os trajetos de implantação dos Fios de Sustentação recebem solução anestésica local. Assim, o paciente não sente desconforto durante o procedimento.

Há risco de infecção?

Esse risco é quase inexistente devido aos cuidados de assepsia e antissepsia no procedimento, e se o paciente seguir corretamente as orientações do profissional.

A Técnica de pode causar lesão em algum nervo?

Nenhum nervo importante corre o risco de ser atingido durante o procedimento. Embora raro, algum fio próximo a um filete nervoso terminal pode provocar ligeira sensibilidade que, em geral, desaparece no decorrer do primeiro mês pós-procedimento.

A pele pode ficar enrugada?

Não. A pele se acomoda naturalmente à elevação da camada de gordura, sem gerar dobras, pregas, rugas ou esgarçamentos.

A técnica de lifting facial através de fios de sustentação é definitiva?

À medida que a idade avança o tempo continua a ter impacto em nosso organismo. Por isso, nenhuma técnica de rejuvenescimento estético pode garantir resultados permanentes e definitivos. A longevidade dos benefícios conquistados com a técnica de lifting facial através de fios de sustentação viria segundo as características biológicas individuais e o gerenciamento dos fatores de envelhecimento externos (exposição solar, efeito sanfona através do ganho e perda de peso, hábitos nocivos como tabagismo, etc.).

Resumo comparativo das técnicas de Lifting Facial

Tradicional (Cirúrgico)

  • Ato cirúrgico complexo e longo
  • Hospitalização e reclusão do paciente
  • Anestesia geral
  • Corte, sangramento, cicatrizes, edemas
  • Pós-operatório delicado e longo
     

Com fios de sustentação

  • Ato cirúrgico simples e rápido
  • Procedimento ambulatorial e alta imediata
  • Anestesia local
  • Sem cortes, sem cicatrizes ou sangramento; minimamente traumático
  • Pós-operatório não agressivo e rápido

Remoção de Papada com Ácido Deoxicólico ou Técnica Redutora da Papada à base de Ácido Deoxicólico

Nova aplicação de ácido contra papada, evita técnicas invasivas.

Uma das importantes vilãs da aparência facial, a “papada” ou “queixo duplo“, pode ser uma das principais causas de insatisfação estética facial. Algumas pessoas com o passar dos anos, ou com histórico de ganho e / ou perda de peso pronunciado tendem a acumular gordura embaixo do queixo manifestando uma perda do contorno mandibular, e consequentemente desequilíbrio na harmonia facial, gerando uma procura por tratamentos estéticos eficazes para estes casos. A novidade do momento é um procedimento feito com uma forma sintética do ácido deoxicólico, substância química que ajuda a absorver gorduras da dieta produzida naturalmente pelo organismo. A forma sintética é aprovada pela agência norte – americana reguladora de medicamentos e alimentos, FDA (Food and Drug Administration), e é utilizada nos Estados Unidos. Atua reduzindo o excesso de gordura localizada abaixo do queixo (gordura submental), condição popularmente conhecida como “papada”, sendo uma alternativa de tratamento minimamente invasivo às tradicionais técnicas cirúrgicas.

DÚVIDAS FREQUENTES

Como é feita a Lipo Papada Enzimática?

A técnica consiste no mapeamento e demarcação das áreas com excesso de gordura abaixo da região submental (abaixo do queixo) definindo os pontos para aplicação subcutânea através da injeção com agulha muito fina depositando pequenos volumes da substância de acordo com a necessidade do paciente. A substância atuará no local destruindo as células de gordura através da quebra da membrana celular, onde o organismo irá eliminar a gordura de forma natural através das vias metabólicas normais.

Quantas aplicações são necessárias?

No mínimo duas sessões, com intervalo de 21 / 28 dias são necessárias para alcançar o resultado desejado, e garantir a eficácia do recurso estético, o tempo é importante para avaliação da área e preparação para uma nova sessão, podendo chegar até seis sessões, no caso de pacientes com maior quantidade de gordura.

Quanto tempo dura o procedimento?

O procedimento leva em torno de 30 minutos, sem a necessidade de curativos após a aplicação. Após o tratamento, o paciente receberá orientações sobre cuidados com a região

O procedimento possui algum efeito secundário? Quando eu poderei ver os resultados?

Os resultados surgem em três dias, em média, após a primeira sessão. Efeitos secundários comuns relatados são hematomas (“mancha roxa”), edema, (“inchaço”) e dormência temporária, que desaparecem em alguns dias. Sessões de manutenção poderão ser feitas quando necessário. Vale ressaltar que hábitos saudáveis envolvendo alimentação adequada e prática regular de atividades físicas são sempre importantes e contribuem para manutenção dos resultados.

Está técnica é segura? É necessário algum período de recuperação?

Tanto a técnica quanto os fármacos utilizados são reconhecidos pela ANVISA, permitindo reduzir gordura de forma não invasiva, com segurança e eficácia desde que efetuado de forma correta por um profissional habilitado. Após o procedimento o paciente pode voltar às suas atividades normais. Seguindo as recomendações do profissional o método não oferece riscos e pode ser realizado no consultório. ?

É um tratamento revolucionário e promissor, que oferece a possibilidade de melhorar a definição da face eliminando completamente a área com aparência de queixo duplo, deixando o rosto livre da “indesejável papada” devolvendo a elasticidade cutânea, sem a necessidade de cirurgias ou longo período de recuperação. É importante lembrar que o tratamento com esse ácido não substitui uma possível necessidade de um lifting facial em casos de flacidez. Esse tratamento é indicado para quem tem excesso de gordura sob o queixo, formando a papada

Pessoas de qualquer idade podem fazer o tratamento?

Qualquer pessoa a partir dos 18 anos pode submeter-se ao procedimento desde que haja indicação.

Pacientes insatisfeitos com a aparência nessa região devem procurar um profissional especializado para avaliação, e recomendações sobre o tratamento adequado para o caso. Com auxílio de recursos fotográficos efetuados na consulta inicial são identificadas e avaliadas todas as alterações passíveis de melhora, onde o profissional irá indicar o tipo específico de abordagem.

Para maiores informações sobre custos, agendar consultas para avaliação entre em contato por e-mail, whatsapp ou telefone.

O tratamento possui contra-indicações?

O tratamento não possui contraindicações absolutas, porém antes do procedimento deve ser realizada uma consulta de avaliação para o levantamento das indicações e necessidades do paciente.